Ida ao Museu de História Natural – Parte 1

Eu sou bastante fã de lugares com arquitetura bonita, sendo ela da era antiga ou moderna. Sempre fico um bom tempo admirando os detalhes e tentando adivinhar em que período foi planejado e feito, mas esse não é o foco desse post. Logo que cheguei em Londres, um dos primeiros lugares que conheci foi o Museu de História Natural, que fica bem pertinho aqui de casa e é um dos três principais daqui. Ele é dividido em quatro zonas: Laranja, Azul, Verde e Vermelha. Além do Hall. Cada uma tem seus temas mais centrados, mas todas tendo relação com a natureza, seus fenômenos, etc. Pra explicar o “parte 1” do título, tenho que dizer que com todo esse meu senso de direção me perdi no museu e acabou não dando tempo de ver tudo, mas uma “parte 2” está por vir. Aguardem! Enfim, eu tirei algumas fotos do que mais chamou minha atenção só pra vocês terem uma ideia do quão legal é o museu e instigá-los a conhecerem-no se por ventura vierem à Londres. Foquei mais na arquitetura (óbvio) que me impressionou bastante nos detalhes. Além disso, gostei do fato de ser um museu interativo, ou seja, lá você pode aprender certas coisas na prática mesmo, o que até deixa o passeio mais divertido. Espero que vocês gostem das fotos e disponibilizei mais algumas no meu flickr.

DSC06819 DSC06820 DSC06821 DSC06826 DSC06828 DSC06831 DSC06832 DSC06834 DSC06835 DSC06837 DSC06839 DSC06841 DSC06844 DSC06852 DSC06854 DSC06858 DSC06862 DSC06865 DSC06869 DSC06870 DSC06873 DSC06885 DSC06886 DSC06890 DSC06891 DSC06900 DSC06901 DSC06902 DSC06904 DSC06906

Todas as informações sobre horários, regulamento, eventos que rolam por lá, entre outras coisas você pode conferir no site. Lá também tem restaurante e café, o que faz sentido pra mim, porque o que você gasta de energia andando é surreal. E não sei se vocês perceberam, mas tem uma foto de uma pista de patinação no gelo que eles montaram para o natal, ainda não fui, mas já vi que à noite fica cheio! Espero que vocês tenham gostado do post de hoje. Até a próxima e me acompanhem nas redes sociais:  Facebook. Twitter . Instagram

Update: Não terei verão

E ai, gente, como vocês estão? ENEM finalmente passou e não sei nem expressar meu alívio (apesar de ainda não ter certeza se passei pra faculdade que tô querendo). Enfim, algumas pessoas já tem o conhecimento de que aquela viagem que mencionei mês passado já está acontecendo. Eu até tentei gravar um vídeo dos preparativos, mas não gostei do resultado, então nada de publicá-lo, ok? Pra quem ainda não sabe, estou em Londres por um período. Aqui, como eu imaginava, é bem diferente do Brasil e eu ainda estou me acostumando. Como tem todo um processo de “reconhecimento de terreno”, não estou dispondo de tanto tempo pra sair por aí explorando como se não houvesse amanhã, além do fato de que também estudo. Até aprender a me vestir por conta do frio que faz por aqui nessa época eu tenho, afinal, no hemisfério norte é inverno.

Mas para não deixar o post do mês passar, eu vou fazer uma introduçãozinha pra vocês do que vi até agora e deu pra fotografar. No meu segundo dia aqui resolvi ir andando até a Oxford St. sozinha. Quer dizer, eu e o GPS, claro. Passei por esse lugar, Hyde Park, que é beeeem grande e tem várias coisinhas legais. Como tinha levado a câmera, tirei umas fotos no caminho e é o que vocês vão conferir agora.

DSC06775– Vista de uma das janelas de onde estou morando.

DSC06778 DSC06780 DSC06781 DSC06782 DSC06785 DSC06787 DSC06788 DSC06790 DSC06793 DSC06798 DSC06799 DSC06801 DSC06802 DSC06803 DSC06804 DSC06805 DSC06809– As pessoas tem contato direto com os animais que moram no parque. É bem legal!

DSC06810 DSC06811 DSC06813– Tá rolando o Winter Wonderland essa época por lá. Pelo que entendi é um parque de diversão com tema de inverno e alguns briquedos voltados para o tal tema. Ainda não consegui ir, mas pretendo.

DSC06815– Ainda não estamos em dezembro, mas a cidade já está bem iluminada e tal. Preciso nem comentar o quanto sou apaixonada por luzes e clima natalino, né?

E por hoje é isso, galera. Daqui pra frente os posts provavelmente serão sobre os lugares que visitarei, então fiquem atentos! :P Até a próxima e me acompanhem nas redes sociais:  Facebook . Twitter . Instagram

Programa Cultural: A tendenciosa exposição de Dalí

DSC05616

Mês passado fui a uma exposição no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) de Salvador Dalí, aquele surrealista que acredito que todo mundo já ouviu falar e/ou já viu, pelo menos, A persistência da memória estampada em algum livro. Pintura essa que o artista resumiu nessa frase aqui ó: “Toda a minha ambição no campo pictórico é materializar as imagens da irracionalidade concreta com a mais imperialista fúria da precisão”. Surreal, né? :x

Enfim, no geral a exposição é bem legal, gosto bastante de arte surrealista e o acervo disponível é sensacional. Ainda acho que mais de uma visita é necessária pelo tanto de coisa que tem pra ver e o tempo que você gasta pra apreciar obra por obra, mas só de ir uma vez já vale a pena!

DSC05522 DSC05527 DSC05531 DSC05537 DSC05540 DSC05548 DSC05553 DSC05562 DSC05567 DSC05569 DSC05571 DSC05576 DSC05577 DSC05585 DSC05587 DSC05607 DSC05614 DSC05615

O CCBB fica na Rua Primeiro de Março, 66 – Centro e a exposição vai até dia 22/09 com horário de funcionamento de 9h às 21h. Eu sugiro chegar cedo por conta da fila e de melhor aproveitamento cultural! Ps: Entrada Franca!! Espero que vocês corram pra conferir a expo porque vale mesmo a pena, é uma viagem sem sair do endereço! Para ver mais fotos visite o meu flickr. Beijos e até a próxima.

 

O começo do recomeço: Parque das Ruínas

DSC05335

Já parou pra pensar em quantos lugares legais existem no mundo? E qual seria o critério para escolha de seu lugar preferido? Eu sempre me faço essa pergunta e sendo uma daquelas típicas pessoas confusas, acabo num mar de dúvidas.

Lá pro final de junho levei meus pais ao Parque das Ruínas. Pra quem não conhece, esse parque fica localizado no alto de Santa Teresa, na Rua Murtinho Nobre, 169. Nesse parque ocorrem diversos eventos culturais, desde teatros até exposições, incluindo circo, eventos musicais e de dança. Alguns eventos, como o teatro, tem custo, porém a entrada no parque em si é franca e olha, só digo uma coisa: Que vista!

Este está na minha lista de lugares aqui do Estado que tenho vontade de conhecer e/ou fotografar. Claro que minha lista está num tipo de construção a longo prazo, mas isso é assunto pra mais tarde. Então, fui fotografar as famosas ruínas e sua vista privilegiada do Centro e da Baía de Guanabara e posso afirmar com segurança que o lugar é maravilhoso e a vista é de uma graciosidade que me faltam até palavras. Eu só posso lhes adiantar que me emocionei de verdade. Claro que não é novidade que tenho um emocional meio bambo, mas olha: Que vista!! Mas eu tenho certeza que vocês vão me apoiar nessa opinião após verem essas fotos que selecionei.

DSC05269 DSC05288 DSC05360 DSC05354 DSC05338DSC05293 DSC05273 DSC05280 DSC05281 DSC05285

Que lugar sensacional! Virou o meu preferido depois desse dia. Pelo menos por enquanto :) Eu postei mais algumas fotos do dia lá no meu flickr, incluindo fotos de algumas casas e lugares de Sta. Teresa. Ô, lugar lindo!

Espero que vocês tenham gostado como eu gostei de ter ido conhecer o Parque. E se você tiver um tempinho, vai lá também, prometo que não vai se arrepender :)  E aí, qual o seu lugar preferido? Beijos e até a próxima.